Notícias e Informações
Voltar \ 15 fantásticos locais para visitar no distrito de Faro

15 fantásticos locais para visitar no distrito de Faro

02 fev 2020
15 fantásticos locais para visitar no distrito de Faro
O Algarve não se resume apenas a praias e há muito para descobrir. Estes são os melhores sítios para visitar no distrito de Faro.

O que visitar no distrito de Faro? O grande chamariz do Algarve são, sem sombra de dúvida, as suas praias. Mas não pense que o distrito de Faro é apenas sol e mar, um destino de Verão. Em toda a região, existem aldeias, vilas e cidades com vestígios históricos que remontam à época da ocupação muçulmana. Silves é um dos melhores exemplos de uma cidade algarvia que tem muita história para oferecer.

Pequenas vilas e aldeias repletas de charme complementam a oferta turística na perfeição. Quem visitar Alte, Ferragudo, Alcoutim ou o Carvoeiro, facilmente constata que o distrito de Faro tem muito mais para oferecer do que apenas praias. Há muitos sítios dignos de uma visita no sul de Portugal que pode, perfeitamente, complementar com umas idas à sua praia preferida. Estes são os melhores locais para visitar no distrito de Faro.

 

1. Faro

Como destino para férias, Faro é frequentemente subvalorizado, considerado apenas como ponto de entrada para o sul de Portugal por via do principal aeroporto da região. Isto permitiu a Faro reter o seu ambiente pacífico e charme tradicional, que se concentra no interior das muralhas da Antiga Cidade.

locais para visitar no Algarve
Faro – Joe Price

Faro situa-se no limite do Parque Natural da Ria Formosa, uma série de lagoas de água salgada e lodaçais que são o refúgio para aves migratórias e vida selvagem. Após o Parque Natural da Ria Formosa situam-se as três ilhas restingas, que abrigam as praias de Faro e são algumas das menos desenvolvidas no Algarve.

 

2. Aljezur

Aljezur, apesar de ser uma povoação pequena, contrasta com a grandeza da paisagem circundante. Uma vila do pacato interior algarvio, protegida do bulício do turismo de massas, convida-nos quer a passeios quer a banhos.

locais para visitar no Algarve
Aljezur

costa vicentina, mais uma vez premeia o visitante não só pela beleza selvagem da paisagem, mas também por uma população acolhedora e ávida por acomodar novos turistas. Assim se há alguma coisa que não pode perder para além das magnificas praias é a gastronomia. As praias de Aljezur estão entre as mais bonitas e bem preservadas da costa portuguesa.

 

3. Silves

Estendendo-se harmoniosamente pela encosta sob o manto protector do seu castelo mouro, a pitoresca cidade de Silves desde sempre encantou os seus visitantes com as suas histórias de riquezas passadas e lendas exóticas de princesas árabes.

locais para visitar no Algarve
Silves – Joe Price

A reconquista cristã de Silves no século XIII foi celebrada com a construção de uma catedral no local de uma antiga mesquita. Acolheu outrora o túmulo do rei D. João II e conserva ainda grande parte dos elementos góticos. Silves é especialmente animada durante a Feira Medieval, no Verão, quando a cidade reconstitui os tempos medievais e o centro histórico se enche de malabaristas, pessoas trajadas à época e bancas de rua onde se vende comida e artesanato regionais.

 

4. Alcoutim

Alcoutim, apesar de ter perdido as muralhas que durante séculos a defenderam, mantém nas suas ruas estreitas e íngremes, a atmosfera tranquila de uma vila algarvia serrana. Um passeio de alguns minutos leva à descoberta de casas centenárias e da Igreja da Misericórdia.

Alcoutim
Alcoutim

Para terminar importa descer até à beira-rio, marcada pela sóbria ermida de Santo António e pela antiga Casa dos Condes de Alcoutim. Depois é saborear uns momentos de repouso, na companhia de uma bebida fresca numa esplanada, enquanto se aprecia o barco de pesca que regressa ou os veleiros ancorados na pequena marina, vendo-se a povoação espanhola na outra margem do rio.

 

5. Alte

Entrincheirada em plena Serra do Caldeirão, a 30km de Loulé, e bem próxima de Salir, a Aldeia de Alte é considerada por muitos como a aldeia mais típica do Algarve. A Ribeira de Alte percorre a localidade com a sua água fresca que se faz ouvir por toda a povoação, conferindo um ar fresco e puro à Aldeia de Alte.

Alte
Alte

De facto, a água é ponto importante nesta Aldeia, onde ainda hoje nos deparamos com as Fontes Pequena e Grande, nascentes que durante séculos foram local de encontro das mulheres da aldeia que aí se deslocavam para encherem os cântaros de água e lavarem a roupa. Hoje é um local aprazível convidando a um bom piquenique e a umas horas de descanso em plena Serra algarvia, a 40km da solicitada Costa Algarvia.
 

6. Monchique

Em pleno Algarve, a vila de Monchique, bonita e simples, como que a mostrar o tanto que a região Algarvia pode oferecer para além das belas praias e céu azul. De facto, a vila de Monchique está situada na Serra com o mesmo nome, tão famosa pelas suas águas medicinais, já cobiçadas pelos romanos, com uma vegetação rica, onde safaris e bonitos passeios pedestres a desvendam no seu fulgor.

locais para visitar no Algarve
Monchique

Aqui respira-se um revigorante ar puro, próprio para empreender as mais diversas actividades que facilmente se encontram na região: passeios pedestres, actividades mais alternativas como yoga, meditação, aromaterapia, entre muitas outras, ou mesmo caminhadas, contemplação da fauna e flora tão ricas na serra.
 

7. Cascata do Pego do Inferno (Tavira)

O lindíssimo Pego do Inferno situa-se na freguesia de Santo Estêvão, a cerca de 7km de Tavira, e constitui uma das mais bonitas paisagens Algarvias, embora que distinta da imagem turística do Algarve da costa dourada. O Pego do Inferno é uma das quedas de água da ribeira da Asseca, um dos mais importantes cursos de água da região de Tavira.

Cascata do Pego do Inferno
Cascata do Pego do Inferno

A queda de água forma uma lagoa redonda, de um verde mediterrânico, rodeada de uma refrescante área arborizada. O acesso ao Pego do Inferno, após o estacionamento, faz-se durante cerca de 100 metros até se aceder a uma escadaria de madeira, começando aí o percurso propriamente dito, levando a descida até ao Pego cerca de 300 a 400 metros.

 

8. Ferragudo


Ferragudo é uma das mais belas silhuetas de vila à beira mar que se podem encontrar em todo o Algarve. A povoação de Ferragudo terá nascido por volta de do séc. XIV. Pescadores que procuravam no mar o sustento para as suas famílias, instalaram-se nestas paragens, erigindo toscos e humildes casebres. No entanto, existem vestígios que nos atestam presença humana em Ferragudo no período da Pré História. A foz do Arade foi, também, alvo de cobiça para os Fenícios e Cartagineses. Os Romanos assentaram arraiais, dedicando-se à pesca e à indústria da salga do peixe. A comprovar esta estada estão os achados arqueológicos encontrados junto ao Forte de S. João do Arade.

Ferragudo
Ferragudo

Segundo fontes históricas, o topónimo Ferragudo provém da existência de um engenho de ferro, implantado na Praia da Angrinha, cuja finalidade era a de elevar o pescado e as mercadorias das embarcações que ali acostavam. Às maravilhosas praias e às excepcionais condições naturais que aqui se podem encontrar, aliaram-se as villas, os aldeamentos, entre outras unidades de alojamento, tornando Ferragudo, uma região de reconhecida beleza, num lugar aprazível e ideal para umas férias tranquilas.

 

9. Carvoeiro

Carvoeiro tornou-se, nas últimas duas décadas, num cosmopolita centro turístico do Concelho mas, apesar disso, na vila são ainda frequentes as pitorescas janelas, açoteias e platibandas pintadas de tons de ocre e azul, contrastando com o branco do casario que cai em cascata até à praia. No areal persistiam até há bem pouco tempo os coloridos botes de madeira das velhas fainas da pesca artesanal.

praias mais bonitas do Algarve
Praia do Carvoeiro

Os tempos mudaram, e agora as vistosas embarcações foram substituídas por outras de materiais modernos, que aguardam grupos de turistas para visitas às grutas que o mar escavou na rocha sedimentar. Ao longo das arribas, um conjunto de trilhos e miradouros oferece oportunidades de percursos pedonais à descoberta da orla costeira de Lagoa, de que se destaca o Passadiço de Carvoeiro.

 

10. Tavira

Em Tavira, importa ainda destacar as casas tradicionais que se encontram na parte, com as suas portadas de reixa e os telhados “de tesoura”. As portadas de reixa são feitas de ripas de madeira e permitem o arejamento mesmo com as janelas e postigos das portas fechados. Os telhados “de tesoura” são constituídos por pequenos telhados de quatro águas, correspondendo cada um a uma divisão da casa. “Tesoura” é o nome que se dá ao cruzamento das traves em que os telhados assentam.

Tavira - Algarve
Tavira – Algarve

Além do interesse histórico, um dos grandes atractivos de Tavira é o seu património natural. O Rio Gilão, que banha a cidade, conduz-nos até ao mar, onde encontramos a Ilha de Tavira, extenso areal com 11 km paralelo à costa e que integra o Parque Natural da Ria Formosa


11. Sagres

A popularidade de Sagres contrasta com uma pacata vila pitoresca, com gente do mar, dedicada às artes da pesca. A pequena vila está rodeada por praias fantásticas e muitas vezes desertas, que muitos procuram pelas suas características indicadas sobretudo à prática do surf.

locais para visitar no Algarve
Promontório de Sagres

Mas outro aspecto incontornável é sem dúvida a imponente Fortaleza de Sagres, mandada construir pelo Infante Dom Henrique. A grandeza deste monumento histórico que data do século XV, permite-nos observar uma gigantesca rosa-dos-ventos no seu interior. A proximidade ao Cabo de São Vicente também nos recorda que estamos bem no extremo do sul de Portugal. As praias de Sagres são também muito apreciadas pelos surfistas.
 

12. Lagos

Lagos é uma cidade muito importante devido à sua relevância durante os Descobrimentos Portugueses, no entanto, está é também uma cidade com importantes e bonitas praias assim como uma animada vida nocturna. Em Lagos, no Algarve, tudo parece convidar à praia e aos prazeres simples. Mas também há uma história de navegadores e piratas, resultado de uma cumplicidade com o mar que persiste nas traineiras coloridas que trazem o peixe para a lota, ou na Marina onde balouçam iates de todo o Mundo. Lagos não é feito apenas de praias bonitas!

Lagos
Lagos – Joe Price

E não podemos deixar de nos deliciarmos com a sua gastronomia. O peixe e o marisco são os ingredientes principais de diversas iguarias: de petiscos com amêijoas, perceves, ovas ou polvo, de sopas e açordas, ou especialidades como os carapaus alimados e as lulas recheadas. Os doces são outro ponto alto, destacando-se os dom-rodrigos, receita das freiras do Convento de Nossa Senhora do Carmo. Enfim… tudo o melhor que o Algarve tem para oferecer!

 

13. Ria Formosa


O Parque Natural da Ria Formosa estende-se por mais de 18.400 hectares com 60 quilómetros de extensão e tem sido considerado um dos mais bonitos parques do Algarve. Este parque constitui-se por um cordão dunar paralelo à costa com cinco ilhas arenosas (Barreta, Culatra, Armona, Tavira e Cabanas). Este cordão não é linearmente delimitado visto que junto a ele se recortam as salinas. Esta é considerada uma zona húmida com importância e relevância internacional visto que é um habitat de aves aquáticas e é assim uma reserva protegida assim como zona de protecção especial dentro de várias denominações.

locais para visitar no Algarve
Ria Formosa

Nas ilhas formadas pelo parque natural da Ria Formosa poderá encontrar inúmeras e bonitas praias de água salgada ou doce com uma vista paradisíaca, como a praia do Barril, ou a Praia do Farol. Neste parque poderá observar mais de 600 espécies de plantas, 300 espécies de moluscos, 80 espécies de peixes, 15 espécies de répteis, 200 espécies de aves, 20 espécies de mamíferos, 8 espécies de aracnídeos sendo a espécie mais emblemática deste parque a Galinha Sultana e o camaleão.

 

14. Estói

Estói é uma pequena grande aldeia situada entre São Brás de Alportel e Faro. O visitante desta magnifica aldeia da serra algarvia, não procura certamente as praias, mas sim toda uma riqueza arquitectónica de um património nacional incontornável.

Palácio de Estói
Palácio de Estói

Entre as típicas casas algarvias, de ruas floridas, encontra-se um palácio de estilo rocócó que parece retirado de uma história de réis e rainhas, de jardins enfeitados com laranjeiras e palmeiras. Perto e também com uma conotação histórica marcante estão as ruínas romanas de Milreu.

 

15. Cacela Velha

Cacela Velha é uma pequena povoação costeira do sotavento algarvio, na área do Parque Natural da Ria Formosa, que se desenvolveu sobretudo durante o séc. XVII quando foi integrada na linha de defesa da costa e se construiu a Fortaleza.

locais para visitar no Algarve
Cacela Velha

Actualmente , a localidade merece a visita por ser um magnífico miradouro sobre o mar e sobre as ilhas do Parque Natural Ria Formosa, que se desenvolve paralelamente à costa. Perto de Cacela, no sítio da Fábrica, pequenos barcos de pescadores asseguram a ligação com as ilhas, onde pode apreciar as tranquilas praias de extensos areais.


Veja Também